JOSE RIBEIRO DE OLIVEIRA
RETALHOS DO TEMPO
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos

MORRER DE AMOR (CAUSA MORTiS)
     (José Ribeiro de Oliveira)

Eu vou morrer é de amor.
Já está determinado.
Não sei nos braços de quem,
E ainda não sei também,
Onde serei sepultado.

Mas sei, morrerei feliz,
Sobre um peito como abrigo,
Sem nada pra reclamar.
E o amor que me matar,
Morrerá também comigo.

E assim, o amor será
Um ponto de exclamação,
De amor também se morre,
Da sensação que decorre,
De amar com emoção.

E morrendo de amor,
Ele vai se eternizar.
Chegando no paraíso,
Não existirá juízo
Que possa nos condenar.

Por isso já escolhi,
Eu vou morrer é de amor,
Com o coração em chama,
Juntinho de quem me ama,
Sem sentir nenhuma dor.
Professor José Ribeiro de Oliveira
Enviado por Professor José Ribeiro de Oliveira em 13/06/2018
Alterado em 03/07/2018


Comentários